segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Livros Para Ler Antes de Morrer - Ficção Científica e Fantasia


A partir de hoje vou postar aqui no BLOG uma pequena lista de livros que eu pretendo ler, são todos livros de grandes autores e sempre uma ótima leitura para quem pensa em ser escritor.
quando se absorve a maneira com que Gene Wolfe e Jack Vance escrevem suas obras é possivel entender em que ponto nós teremos que pincelar nossos próprios escritos, não copiando mas entendendo é que nós criamos nossa própria originalidade.

Vou começar com os livros de Ficção Científica e Fantasia. A próxima lista será de Livros de terror.


Gene Wolfe – The Book of the Long Sun & The Book of the New Sun (O Livro do Novo Sol)


Gene Wolfe é para muitos considerado um dos maiores escritores de língua inglesa vivos, independentemente da questão dos géneros. A sua série The Book of the New Sun é geralmente considerada o seu maior contributo para a literatura. O primeiro de uma série de cinco livros, The Shadow of the Torturer (1980), apresenta-nos o mundo de Urth num futuro distante, um mundo que enfrenta a morte lenta e inevitável do sol (reminiscente da série The Dying Earth de Jack Vance que Gene Wolfe reconhece como influência no seu 
trabalho).












É Severian, um aprendiz pertencente à ordem dos Torturadores, que nos conduz pela mão nesta narrativa. Desde o início, sentimo-nos gradualmente imersos nas suas memórias e sabemos que num futuro distante Severian recorda os eventos do passado. Este artifício, sobejamente utilizado em muitos romances, adquire contornos singulares na obra de Gene Wolfe, na medida em que raramente temos conhecimento de uma personagem tão consciente de si própria, tão agudamente sensível às impressões do mundo exterior, propiciando uma narrativa extraordinariamente contaminada pelas reflexões do seu narrador.



 Robert Heinlein – The Moon is a Harsh Mistress (Revolta na Lua)

Revolta na Lua (1966) oferece uma visão libertária mais bem desenvolvida. A Lua, referida como Luna, é uma colônia da Terra, usada para manter condenados e dissidentes políticos que estimavam a iniciativa individual e o empreendimento. Eles toleravam as escolhas dos outros povos e cuidavam da própria vida. Resolveram assumir o controle de seu próprio destino e declarar independência no dia 4 de julho de 2076. Os conspiradores recrutaram Mycroft Knott, ou, simplesmente, Mike, o computador que controla Luna, para ajudar na revolução. Wyoming Knott, uma feminista individualista, diz: “Aqui em Luna, nós somos ricos. Temos três milhões de trabalhadores espertos, pessoas talentosas, água suficiente, plenitude de tudo, poder infinito. Mas (...) o que nós não temos é um livre mercado. Temos que nos livrar da Autoridade”. E o professor Bernardo de la Paz (“Prof”), o filósofo revolucionário, responde: “Você tem razão quando diz que a Autoridade deve acabar. É ridículo — pestilento, não dá para aguentar — que nós devemos ser governados por um ditador irresponsável em toda nossa economia básica! Isso fere um dos direitos humanos mais básicos, o direito de barganhar em um mercado livre”. Prof acrescenta: “Em termos de moral, não existe essa coisa de ‘Estado’. Apenas homens. Indivíduos. Sendo cada um responsável pelos seus próprios atos”.
Revolta na Lua ressoa um dos temas filosóficos favoritos de Heinlein: “‘tanstaafl’ [“There Ain’t No Such Thing As A Free Lunch”], que significa: ‘Não existe almoço grátis’ (...) Qualquer coisa gratuita custa o dobro, no longo prazo, e acaba se tornando inútil (...). De uma maneira ou de outra, você paga por qualquer coisa que pegar”. Revolta na Lua descreve uma sociedade onde os particulares, e não o governo, fornecem educação, garantias, segurança e resolvem os conflitos.

Jack Vance – The Dying Earth (A Agonia da Terra)

As histórias da série Dying Earth são definidas em um futuro distante, em um ponto quando o sol está quase esgotado e magia reafirmou-se como uma força dominante. As diversas civilizações da Terra, entraram em colapso e a sua maior parte em decadência. A Terra é um planeta mais árido e frio, e tornou-se infestada com vários monstros predadores (provavelmente criado por um mágico em uma época anterior).
A Lua desapareceu e o Sol corre o risco de explodir a qualquer momento. Um certo fatalismo caracteriza muitos dos habitantes, como consequência.
Almery, onde a maioria dos personagens da série são originários, é uma cidade no centro da região.  Embora a cidade é apenas uma pálida sombra de seu auto anterior, ela está sofrendo uma terrível desolação, que desempenha um papel determinante na vida das pessoas residentes nas zonas do sul.





 Ursula K. LeGuin – The Dispossessed (Os Despossuídos)

'Os Despossuídos' narra a vida de Shevek - um renomado físico de Anarres, planeta anarquista e radicalmente isolacionista - que, enfrentando grande hostilidade, ameaças e a dor da separação de sua família, faz a primeira viagem de um cidadão de Anarres até Urrás, o rico planeta de origem de seus ancestrais.Maior do que qualquer preocupação por seu próprio bem-estar, é a sua crença de que os muros do ódio, da desconfiança e da divisão filosófica entre seu próprio planeta e o resto do universo civilizado devem ser derrubados. Em Anarres, os proscritos de Urrás haviam edificado, cento e sessenta anos antes, uma utopia concreta, fundamentada na liberdade absoluta das pessoas e na cooperação. Não é um paraíso, pois Anarres é um mundo pobre e hostil, mas funciona.Para o físico anarresti, Shevek, a questão é simples e terrível: conseguirá ele, com sua ida de Anarres para Urrás, derrubar o muro simbólico que isola Anarres do resto do universo? Será capaz de levar os habitantes de Urrás a partilharem a promessa da qual ele é portador? O quê irá descobrir, enfim, naquele mundo descrito pelos anarrestis como um inferno?





 Guy Gavriel Kay – Tigana

Tigana é a história de uma terra lutando para ser livre. É o conto de um povo amaldiçoado pela magia cruel do rei, onde até mesmo o nome de sua bela terra não pode ser dito ou lembrado. Mas nos anos após a devastação, um grupo de corajosos homens embarcam em uma cruzada perigosa para tominar seus conquiestadores e trazer de volta ao mundo o brilhante e esquecido nome: Tigana
É um tipo de high fantasy, mas baseado em fatos históricos. Tigana é baseado na unificação da Itália.
 










  Aldous Huxley – Brave New World (Admirável Mundo Novo)
 
O personagem Bernard Marx sente-se insatisfeito com o mundo onde vive, em parte porque é fisicamente diferente dos integrantes da sua casta. Num reduto onde vivem pessoas dentro dos moldes do passado uma espécie de "reserva histórica" - semelhante às atuais reservas indígenas - onde preservam-se os costumes "selvagens" do passado (que corresponde à época em que o livro foi escrito), Bernard encontra uma mulher oriunda da civilização, Linda, e o filho dela, John. Bernard vê uma possibilidade de conquista de respeito social pela apresentação de John como um exemplar dos selvagens à sociedade civilizada.
Para a sociedade civilizada, ter um filho era um ato obsceno e impensável, ter uma crença religiosa era um ato de ignorância e de desrespeito à sociedade. Linda, quando chegada à civilização foi rejeitada pela sociedade.
O livro desenvolve-se a partir do contraponto entre esta hipotética civilização ultra-estruturada (com o fim de obter a felicidade de todos os seus membros, qualquer que seja a sua posição social) e as impressões humanas e sensíveis do "selvagem" John que, visto como algo aberrante, cria um fascínio estranho entre os habitantes do "Admirável Mundo Novo".
Aldous Huxley escreveu, mais tarde, outro livro, chamado Retorno ao Admirável Mundo Novo, sobre o assunto: um ensaio onde demonstrava que muitas das "profecias" do seu romance estavam a ser realizadas graças ao "progresso" científico, no que diz respeito à manipulação da vontade de seres humanos.

 Ursula K. LeGuin – The Left Hand of Darkness (A Mão Esquerda da Escuridão)

Vivendo numa terra estranha, o emissário Genly Ai tenta fazer do Planeta Inverno parte da coalizão de planetas que representa. Porém, este lugar único, habitado por seres andróginos, muito em breve irá revelar que tal missão não é nada fácil.
Passaram-se milhões de anos. Dentre os muitos mundos que o homem foi capaz de criar, é no planeta Inverno, cuja civilização é composta por seres em tudo parecidos aos seres humanos tais e quais ainda hoje os conhecemos, que se passa esse romance. Porém, apesar de serem semelhantes a nós, os habitantes desse planeta possuem uma característica diferenciada, muito especial: todos têm um só sexo, ou melhor dizendo, todos são bissexuados, assumindo a condição de homem ou mulher conforme a tensão emocional ou as injunções do ambiente em que se encontrem...
A única visão possível de Inverno nos é fornecida pelo Primeiro Enviado, oriundo de outra Galáxia, com padrões de vida que um terráqueo consideraria absolutamente normais, mesmo nos dias de hoje. E é a partir de suas impressões de Inverno, de sua tentativa de entender o modo de vida ali reinante e de transmitir o seu próprio, além da descoberta de seu envolvimento sentimental, intelectual e político com os habitantes deste estranho e fascinante mundo, que Ursula K Le Guin constrói 'A Mão Esquerda da Escuridão'.
Saudado pela revista 'Newsweek' como uma obra-prima da ficção científica, o livro também é tido como um marco na literatura ficcional por tratar de temas como polarização política, contestações e conflitos religiosos, liberação feminina e igualdade entre os sexos. Trata-se de uma das mais vigorosas alegorias produzidas pela ficção científica de melhor qualidade: "inventando" coisas futuras, Le Guin "ensina" o leitor a ver melhor o seu próprio presente.

3 comentários:

  1. Eu fiquei interessada pelo livro "A mão esquerda da Escuridão". Será que encontro em sites como Livraria Cultura, Submarino? Vou ver se há na biblioteca, porém não posso ler agora (lendo vários livros simultâneamente) rsrs

    ResponderExcluir
  2. você encontra ele fácil mesmo é no mercado livre, eu já dei uma olhada e tem uns 8 dele a venda. só procurar um dos vendedores com boa graduação e fazer seu pedido que chega em ksa...

    ResponderExcluir
  3. Onde será que consigo encontrar os livros do Gene Wolfe?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...